Confira 5 dicas incríveis de manutenção em moto - Status Seguros

Ínicio > Motos > Confira 5 dicas incríveis de manutenção em moto

Motos

Confira 5 dicas incríveis de manutenção em moto

Status Seguros 0 52

Confira 5 dicas incríveis de manutenção em moto

Muitas pessoas, e até mesmo algumas empresas, têm adotado a moto como forma de transporte, pois, além de possuírem custo de aquisição inferior a outros veículos, oferecem transporte rápido com agilidade garantida.

Mas, para que as motocicletas desempenhem seu papel de forma segura, é necessário mantê-las em condições ideais de funcionamento.

Por isso, neste artigo, apresentaremos dicas sobre a realização de manutenções e verificações que devem ser feitas em sua motocicleta, para uso pessoal ou profissional.

1 – ATENÇÃO COM A BATERIA

Atualmente, as motocicletas saem de fábrica com uma bateria selada, ou seja, nesse tipo de bateria é adicionada uma porcentagem baixíssima de cálcio aos eletrodos de chumbo, fazendo com que a decomposição da água seja nula (zero).

Além disso, a bateria selada gera oxigênio e hidrogênio, que se combinam a fim de formar água. Sendo assim, o nível de água permanece constante durante toda a vida útil da bateria, não sendo necessário completá-la.

Já as motocicletas mais antigas, possuem baterias de água ácida. Com o passar do tempo, a bateria perde água, um dos componentes fundamentais à produção de eletricidade.

Portanto, caso a bateria de sua moto seja de água ácida, verifique de tempos em tempos o nível de água e complete-o, caso seja necessário.

2 – CONFIRA OS FLUÍDOS

É fundamental verificar todos os fluídos de sua moto antes de usá-la, principalmente, os do motor, a saber, óleo e líquido de arrefecimento, caso sua motocicleta tenha refrigeração líquida. Ainda, é necessário verificar os componentes hidráulicos, a saber, freios e possíveis vazamentos na suspensão (bengala).

Para verificar de forma correta, consulte as marcações que indicam o nível destes fluidos (alta ou baixa) através do manual de propriedade de sua moto, ou, se você tiver experiência suficiente, verifique-os o diretamente.

Em caso de vazamentos no motor e na suspensão, dirija-se com urgência ao seu mecânico de confiança. Em relação ao líquido de arrefecimento, você mesmo pode completá-lo com o lubrificante recomendado pelo fabricante.

3 – ANALISE OS PNEUS

Os pneus de uma motocicleta são componentes importantíssimos para seu funcionamento. Por isso, verifique sempre a calibragem dos pneus, seu estado geral e a data de validade.

Os pneus possuem data de validade de aproximadamente cinco anos. Atente-se, portanto, para a data de fabricação do seu pneu e substitua-o quando necessário. Você deve consultar o código DOT dos pneus de sua motocicleta e observar os números que acompanham esta marcação.

O código DOT gravado na lateral do pneu indica sua conformidade com os padrões de segurança e fornece dados sobre a fabricação do pneu.

Exemplo: DOT Y16L 26X2 2516

Y16L – Código da Fábrica
26X2 – Tipo de construção do pneu
2516 – Semana e ano de fabricação (25ª semana de 2016)

4 – VERIFIQUE AS CORRENTES

Em qualquer moto, independentemente do modelo, a corrente não pode estar com folga, pois isso poderá causar um grave acidente. Dessa forma, verifique o nível de lubrificação deste componente e sua regulagem.

O ideal é que a verificação ocorra a cada troca de óleo, mas, para ter certeza de que tudo está correto, basta que se verifique no manual o limite de folga (em centímetros) que o modelo de sua moto pode ter.

5 – VERIFIQUE OS FREIOS

Em qualquer veículo, os freios são imprescindíveis à segurança do condutor. Nas motocicletas, ainda mais. Existem dois tipos de freios que equipam as motos, os freios a disco e os freios a tambor.

Os freios a disco podem ter seu desgaste verificado a olho nu, ou seja, sem a necessidade de realizar uma inspeção mecânica. Já os freios a tambor devem ser removidos e analisados com cuidado, por isso, leve sua moto a um mecânico para que uma inspeção seja realizada.

Assim, atentando-se ao estado de sua moto e as condições de uso, muitos problemas serão evitados, a segurança estará garantida e seu dia será, certamente, mais tranquilo.

Agora que você descobriu como deixar sua motocicleta em dia, descubra como minimizar o risco jurídico das horas in itinere em uma operação de transporte fretado.

E o seguro auto? Quando vai renovar?

Aqui na Status Seguros, você pode cotar seu seguro com as maiores seguradoras e estar sempre por dentro das ofertas e das melhores coberturas. A gente te ajuda comparando as melhores opções para você e para o seu bolso!

Gostou desse post? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro dessa e de outras novidades para você!

Share

Publicações Relacionadas

Gostou da Publicação? Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações Mais Lidas

Que tal parcelar seu seguro auto em até 10X sem juros?