O capacete é para proteger sua cabeça, use não vacile

Publicado em: 5 de março de 2016.

roubo-carro-seguro8

Tão importante quanto colocar uma moto no seguro é acertar na opção do capacete.

 

O ideal é encontrar o modelo adequado a suas necessidades de acordo à atividade que você vai praticar, seja para usar na cidade, na estrada ou em competições. Principal item de segurança dos pilotos, o capacete é de uso obrigatório, e quem desrespeitar as regras está sujeito a duras penalidades.

 
Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir a moto sem capacete ou transportar carona que não utilize o equipamento é uma infração gravíssima, que resulta em multa de R$ 191,54, suspensão do direito de dirigir, sete pontos na CNH e retenção do documento do veículo.

Mas nada adianta comprar um capacete somente para cumprir a Lei. Escolher um de modelo e tamanho ideais para sua cabeça pode salvar sua vida em caso de acidente. Além disso, também é importante saber utilizá-lo da forma correta.

Conheça os tipos mais comuns e descubra qual o mais indicado para você. O tipo certo para seu estilo.

Existem quatro tipos de capacetes permitidos pela legislação: integrais, abertos, híbridos (articulados) e Off – Road.

O capacete conhecido como coquinho, não atende às normas do Instituto Nacional de metrologia, Qualidade e tecnologia (Inmetro). Os equipamentos regulamentados têm sua parte interna protegida com uma camada espessa de isopor, espuma e tecido antialérgico, que permitem maior absorção do impacto no caso de queda.
Veja abaixo os detalhes de cada tipo permitido e dicas para escolher o seu.

Capacete coquinho:



capacete-coquinho

Os coquinhos têm um sistema de retenção de baixa qualidade que não oferece segurança ao piloto .Além disso, deixa praticamente toda a cabeça exposta aos insetos e pequenas pedrinhas que podem aparecer no caminho do motociclista. O condutor que utiliza este tipo de capacete está sujeito a multa.

Capacete fechado:



capacete_nexx_xr2_plain_preto_ganhe_touca_balaclava_4928_1_20140616133227

Todo fechado é o que oferece mais resistência e proteção ao piloto. É a melhor opção para qualquer tipo de uso, seja para rodar na cidade ou viajar. Por ser fechado, é mais quente nos dias de calor, mas a maioria possui entrada de ar. O preço, do mais simples ao de última geração, varia entre R$ 50 e R$ 3 mil reais.

Capacete aberto :

capacete-aberto-liberty3-viseira-vermelho-13202
Esse modelo não tem proteção para o queixo, o que reduz muito o nível de segurança para o piloto. Alguns mais baratos podem vir sem viseira, o que obriga o uso de óculos de proteção especiais. São recomendados apenas para trajetos curtos, a pouca velocidade. Custa entre R$ 80 e R$ 600 reais.

Capacete Hibrido (Articulado):

04

A principal vantagem desse modelo e a possibilidade de deslocar para cima a parte do queixo. São práticos em viagens longas, pois permite respirar melhor nas paradas, sem precisar retirar o capacete. É o modelo mais adequado para quem usa óculos de grau. Custa entre R$ 30 e R$ 300 reais.

Capacete Off – Road:

capacete-motoqueiro-agv-ax-8-dual-evo-gt-motocross-off-road-893001-MLB20258768247_032015-F
capacete Off – Road são feitos para esportes como o MotoCross e trilhas. Tem formato próprio e proteção contra pedras, lama e poeira. A maioria não tem viseira. Para serem usados na cidade o u em rodovias e preciso adquirir óculos de proteção especiais. O capacete custa entre R$ 140 e R$ 800 reais, e os óculos de R$ 30 e R$ 300 reais.

Nunca deixe de usar o capacete, pois além de se proteger evita muitas dores de cabeça com as multas.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *