Seguro viagem para a Europa: obrigação ou necessidade? - Status Seguros

Ínicio > Viagem > Seguro viagem para a Europa: obrigação ou necessidade?

Viagem

Seguro viagem para a Europa: obrigação ou necessidade?

Status Seguros 0 138

Seguro viagem para a Europa: obrigação ou necessidade?

Seja a passeio ou a trabalho, a Europa é um dos principais destinos dos brasileiros todos os anos.

E são muitas as razões para isso, desde a reunião de diversas culturas e opções de lazer à sua economia movimentada. Para que tudo transcorra bem, no entanto, é necessário tomar alguns cuidados e resolver certos aspectos burocráticos antes da aventura.

Entre essas burocracias está o seguro viagem, assunto que costuma levantar muitas dúvidas. Afinal de contas, um seguro viagem para a Europa é realmente necessário? Pois é o que respondemos neste texto. Acompanhe!

O que é um seguro viagem?

Antes de abordamos o caso específico do continente europeu, vamos entender o que é um seguro viagem. Basicamente, trata-se de um serviço funciona como uma espécie de plano de saúde com validade restrita ao tempo planejado para a jornada.

Quem está coberto por um seguro viagem conta com o suporte e o pagamento de despesas provenientes de acidentes e doenças. Isso garante atendimento adequado a quem está fora de casa, que poderia ter que arcar com uma conta bem salgada caso não tivesse contratado o seguro.

Além de problemas de saúde, os seguros de viagem costumam oferecer coberturas para outros incidentes, como desvios de bagagem, remarcação de passagens, auxílio com questões jurídicas e até repatriações funerárias.

É preciso contratar para ir à Europa?

O seguro viagem é obrigatório para todos os turistas que vão visitar qualquer país do continente europeu que faça parte do chamado Tratado de Schengen. Também conhecido com Acordo de Schengen, ele prevê a livre circulação de pessoas entre os países-membros. Brasileiros podem usufruir dessa liberdade sem a necessidade de vistos por até 90 dias.

A lista signatários do tratado é longa (são 27 ao todo) e inclui países com grandes fluxos de turistas, como Alemanha, Itália e França. Entre as exceções estão alguns territórios dentro da área dos países incluídos no acordo e o Reino Unido.

O seguro viagem exigido pelos países europeus precisa ter valor mínimo de cobertura de 30 mil euros. A Irlanda exige o seguro, embora não cobre tal valor mínimo. Mesmo não obrigatório, pessoas rumo ao Reino Unido podem contratar um seguro por precaução.

Por que contratar um seguro viagem?

A primeira grande vantagem do seguro viagem é óbvia: sem ele é provável que você não consiga entrar no país de destino. Mas indo além dos possíveis problemas na imigração, o seguro permite aproveitar com mais tranquilidade todo o período da viagem.

São várias as coberturas oferecidas. As básicas geralmente incluem apenas atendimento médico emergencial. No entanto, o contratante pode incluir serviços extras, de acordo com seu bolso ou suas necessidades. Desse modo, mesmo não sendo exigido pelo país de destino, o seguro viagem acaba se transformando em um ótimo negócio.

A maioria das companhias de seguros já oferece produtos de acordo com o solicitado pelos países europeus, mas é importante ficar de olho na idoneidade da empresa, conferir todos os detalhes da apólice e estar atento ao que deve ser feito caso seja preciso acionar a cobertura.

Afinal de contas, ninguém deseja passar por apuros estando a milhares de quilômetros de casa, não é mesmo? Por isso, além de obrigatório na maior parte do continente, um seguro viagem para a Europa é indispensável na bagagem de quem quer ter a tranquilidade garantida.

Share

Publicações Relacionadas

Gostou da Publicação? Deixe seu comentário.

    Publicações Mais Lidas

    Que tal parcelar seu seguro auto em até 10X sem juros?

    Cotação pelo Whatsapp