Você sabe como fazer uma ultrapassagem correta?

Publicado em: 20 de março de 2018.

Embora seja algo totalmente descomplicado para boa parte dos motoristas, a tarefa de dirigir um veículo em rodovias (sobretudo aquelas mais movimentadas) pode ser motivo de preocupação para outros condutores.

Esse procedimento requer uma atenção extra, sobretudo em situações de ultrapassagem.

De acordo com dados, a ultrapassagem incorreta é um dos principais motivos de acidentes com vítimas nas estradas do nosso País. Afinal, uma ultrapassagem envolve um ou mais veículos e exige o aumento da velocidade.

Caso o processo de ultrapassagem seja realizado de maneira incorreta, o motorista pode perder o controle da direção e sair da pista (provocando um capotamento, por exemplo) ou até mesmo colidir com algum outro veículo ou objeto fixo (gerando uma colisão traseira, lateral ou frontal). Sendo assim, todo cuidado é pouco e o indicado é seguir uma série de dicas e regras para fazer uma ultrapassagem segura e sem complicações.

Separamos abaixo algumas boas dicas para que você realize boas ultrapassagens nas estradas do nosso País. Algumas podem parecer “bizarras” para os bons condutores, mas acredite: há muito motorista que não segue a legislação e, por isso, são causadores de muitas desavenças e acidentes no trânsito. Confira:

Ultrapasse somente em locais permitidos

Se você prestou atenção nas aulas teóricas da autoescola, provavelmente deve saber que não é possível e permitido fazer uma ultrapassagem em qualquer lugar. Além de verificar as condições da via (como os veículos que estão a sua frente ou na parte de trás, a situação da via e também a situação do seu automóvel), você deve ficar atento às linhas que compõem toda a extensão de uma rodovia.

Conforme indica o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), na faixa simples e contínua (amarela que divide a via em dois fluxos opostos e branca que divide a via em fluxos de mesmo sentido) a ultrapassagem não é permitida. Quanto à faixa dupla contínua nas cores amarela, a ultrapassagem também não é permitida. Já na faixa simples e tracejada ou seccionada, a ultrapassagem é permitida. Por fim, mas não menos importante, a faixa dupla contínua e seccionada permite a ultrapassagem de acordo com o sentido – caso você esteja no fluxo com a faixa seccionada, poderá fazer a ultrapassagem, mas não deverá retornar a outra faixa antes do término da outra faixa contínua).

Caso você ultrapasse em faixas contínuas e tenha sido flagrado, poderá ser autuado com multa de nada mais, nada menos que R$ 1.915,40 e sete pontos na CNH. Fora isso, há a possibilidade de perder o direito de dirigir.

Mantenha atenção constante

Você deve sempre prestar atenção na via em que trafega. Fique de olho a todo instante para verificar se a ultrapassagem naquele local é segura ou não, além de prestar atenção em curvas e ladeiras, visto oque nessas condições é um pouco mais complicado identificar se algum outro veículo vem em sentido contrário.

É preciso ainda manter a calma, mesmo que aqueles motoristas “engraçadinhos” te desrespeite no trânsito. Outra dica que pode contribuir para a sua atenção é manter uma distância segura em relação ao veículo da frente, o que assegura que você ficará distante de acidentes caso o carro da frente venha a frear bruscamente ou reduzir sua velocidade de forma intensa.

Utilize os sinais luminosos numa ultrapassagem

Nunca faça uma ultrapassagem sem fazer a sinalização correta. Segundos antes de iniciar o processo, ligue a seta para a esquerda para indicar aos demais motoristas que você vai fazer uma ultrapassagem. É indicado ainda emitir um sinal de luz para o que o carro da frente perceba a sua presença. Aí basta olhar pelos retrovisores para analisar as condições da via e, aí sim, realizar a ultrapassagem. Para retornar à faixa anterior, repita o mesmo processo, porém de maneira inversa.

Ultrapasse somente pela esquerda e nunca pelo acostamento

Jamais ultrapasse pela direita numa rodovia! Faça a ultrapassagem somente pela esquerda, salvo em alguns casos, quando o veículo a ser ultrapassado estiver sinalizando para fazer uma conversão à esquerda, por exemplo. Neste caso, aguarde a conversão e realize a ultrapassagem.

Ah, nunca utilize o acostamento para ultrapassar. Este espaço é destinado exclusivamente para situações de emergência. Não se deve ainda ultrapassar em curvas, aclives e declives, sem visibilidade suficiente; em viadutos, pontes e tuneis; parado em fila com sinais luminosos, cruzamentos ou porteiras, entre outros.

Caso você esteja realizando uma ultrapassagem na cidade, é proibido ultrapassar pela direita os veículos de transporte escolar ou de transporte coletivo, parado para embarque ou desembarque de passageiros. Não é permitida ainda a ultrapassagem de veículo em movimento que integre cortejo, desfile e formações militares, a não ser que você tenha autorização dos agentes de trânsito.

Utilize a marcha correta

Uma ultrapassagem também exige mudanças de marcha para que o seu carro não perca a força e, consequentemente, haja uma perda de velocidade, podendo resultar em “falhas” no processo e acidentes em casos extremos. Sendo assim, analise a situação e promova a redução de marcha para fazer uma ultrapassagem correta e segura. Por exemplo, se o seu carro estiver com o ar-condicionado ligado e carregado com cinco pessoas, além das bagagens, é recomendado reduzir para a quarta ou até a terceira marcha antes de fazer uma ultrapassagem.

No entanto, se você estiver conduzindo um automóvel equipado com transmissão automática, provavelmente ele deve contar com a função “overdrive”, que reduz a marcha para melhorar as respostas do motor. Caso você tenha problemas com trocas lentas por parte do câmbio automático, assuma o controle posicionando-o no modo manual e faça as passagens de marcha seguindo o conta-giros – neste caso, o recomendado é elevar a rotação do motor para garantir mais entrega de potência e torque.

Além disso, conheça o veículo que você está dirigindo antes de pegar uma estrada. Pode ser que no momento da ultrapassagem você seja surpreendido por uma força extra ou a menos e aí a situação pode ficar um pouco mais delicada.

Seja “humilde”

Você provavelmente deve se deparar com aqueles motoristas “egoístas” toda vez que pega uma estrada nos quatro cantos do nosso País. Se você é um deles, simplesmente PARE! Seja “humilde” no trânsito e permita a ultrapassagem de algum outro veículo, seja ele um automóvel, motocicleta, caminhão ou ônibus. Ainda de acordo com o CTB, todo condutor, ao reparar que outro que o segue tem a intenção de ultrapassa-lo, deverá se deslocar para a faixa da direita caso esteja circulando pela faixa da esquerda e, se estiver circulando pelas demais faixas, terá que se manter naquela na qual está circulando sem aumentar a velocidade.

Fora isso, os veículos mais lentos, quando em fila, deverão manter distância suficiente entre si para permitir que veículos que os ultrapassem possam se intercalar na fila com segurança.

E o seguro auto? Quando vai renovar?

Aqui na Status Seguros, você pode cotar seu seguro com as maiores seguradoras e estar sempre por dentro das ofertas e das melhores coberturas. A gente te ajuda comparando as melhores opções para você e para o seu bolso!

Gostou desse post? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro dessa e de outras novidades para você!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *